Outras caixas, outras histórias – a vida e a obra de Jopie Huisman

Devem estar a pensar: “Afinal quantas caixas é que esta rapariga tem lá por casa?” Bom, aparentemente ainda mais uma, para contar mais uma história! Conforme vou procurando espaço adicional nos armários, vou descobrindo umas maravilhas da arrumação cá por casa, e ontem foi a vez desta caixa:

IMG_0414[1]

Não foi difícil chegar à conclusão que as iniciais J. Huisman diziam respeito a um pintor Holandês do século XX chamado Jopie Huisman. Na parte de cima da caixa vê-se Oude Helling Te Workum, e também foi fácil perceber que Oude Helling é uma encosta perto de água, como se fosse um mini porto, e Workum a cidade Holandesa localizada na zona de Friesland mesmo a Norte, onde o artista nasceu em 1922 e passou grande parte da sua vida.

O mais surpreendente é que Jopie Huisman não ficou famoso por este tipo de trabalho – paisagens bucólicas do campo Holandês, mas sim por um trabalho realista de peças de roupa velha, trapos, e sapatos muito gastos. O artista homenageou verdadeiramente a sua terra com um trabalho focado nos objectos pessoais, na pobreza e na compaixão para com a condição humana. Esta era a filosofia do artista – ouvir e receber com calor todos aqueles que tinham pouco ou quase nada, e com a sua pintura levantá-los da pobreza e fazer uma homenagem aos objectos do dia-a-dia e à vida simples do camponês da Frísia.

A sua mensagem é de compaixão universal e intemporal.

Jopie_1

Jopie_2

As vivências em Workum no período da 2.ª Guerra Mundial muito devem ter contribuído para esta mensagem na obra do pintor auto-didacta. Ele foi inclusive capturado por forças alemães durante a Guerra e conduzido para um campo de trabalhos forçados onde esteve até conseguir escapar depois de um bombardeamento ao campo.

jopie_3

Voltou à sua cidade onde teve que viver escondido até ao final da Guerra. Os períodos posteriores na sua vida não o levaram imediatamente à pintura, mas anos mais tarde abraçou esta arte como se fosse parte de si. Nas suas próprias palavras: “Comecei a pintar, como comecei a respirar. Sem que eu soubesse. É apenas um desejo de dentro. Como a comida ou a bebida

Construiu em Workum um museu para receber toda a sua obra, e desde 2000, a data em que o pintor faleceu, que este espaço se dedica a manter o legado do pintor vivo: http://www.jopiehuismanmuseum.nl/

Depois de toda esta descoberta, obviamente que terei um dia que visitar Workum e o Museu. Há um gozo especial neste tipo de aprendizagens a partir de objectos – nunca vou olhar com os mesmos olhos para a caixa que está ali na cozinha. Há mais sentimento, há mais compaixão.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Amsterdive

Amsterdam based actress hosts you into her personal amster-dive

Anas há muitas

Mãe, mas Mulher. Aqui escrevo sobre a fantástica experiência da maternidade, os meus cozinhados, os textos da minha autoria, e a minha área de formação – saúde.

THE GIRL WITH SILVER HAIR

THE GIRL WITH SILVER HAIR

agora digo eu

Porque às vezes me apetece dizer com os dedos para que me ouçam com os olhos!

Diário de Prato

Compartilhando o que eu ando fazendo e comendo de gostoso por aqui.

A Limonada da Vida

Uma Portuguesa na Holanda

almanaque silva

histórias da ilustração portuguesa

Marianne Beerten

Onroerend goed en Geiten in Portugal

Contador D'Estórias

Narrativas, poemas, músicas, um blog com estórias dentro.

Desbravando Madrid

Curiosidades e dicas sobre a cidade de Madrid

Life's Textures

Notes and tips about (my) life

By Catarina

Writing With a Global Mindset

laplandalltheway

Adventures of a Portuguese girl in Lapland

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

The Frustrated Gardener

The life and loves of a time-poor plantsman

Heidiland

Uma Portuguesa na Holanda

The Kitchen Crashers

Seda ve Hakan’ın Mutfak, Seyahat ve Fotoğraf Maceraları…

%d bloggers like this: