Primavera Holandesa = época de espargos

O espargo sempre foi um vegetal traiçoeiro para mim. Em criança lembro-me de ver filmes antigos, em que alguém mais humilde e menos versado na etiqueta de todos os vegetais, se esquecia irremediavelmente – para grande gaúdio da vilã do filme, que era geralmente a anfitriã do jantar – que os espargos se devem comer à mão, sobretudo quando servidos como entrada e com o seu companheiro de todas as horas, o molho Holandês.

E nesse momento, o espargo tornava-se numa rasteira, era o verdadeiro teste para diferenciar se aquela pretensa menina de boas famílias ou aquele cavalheiro, tinha tido uma educação realmente esmerada ou não. O espargo ganhou uma aura assustadora para mim: o definitivo teste de boas maneiras à mesa, o mais traiçoeiro de todos os vegetais.

Honestamente, nem me lembro exactamente em que filme vi isto, ou se sonhei.

Em boa verdade, nunca vi muitos espargos à mesa, até me mudar para Holanda.

19d98ed951426cfbfeddf30aae21a9c4

Penso que não fazem quase de todo parte da nossa cultura gastrómica em Portugal, ao contrário daqui, em que a abertura da época dos espargos é celebrada com pompa e circunstância nos  supermercados e em festividades. Existe um site Holandês dedicado inteiramente a esta época, com diferentes roteiros de actividades, restaurantes e receitas. Vale a pena espreitar!

Penso que não é apenas uma coisa Holandesa, e que no Reino Unido, Alemanha, Bélgica, Áustria ou Luxemburgo a Primavera também é sinómino da tão antecipada época.

Na Holanda, esta época abriu oficialmente na 2.a quinta-feira do mês de Abril e estende-se apenas por 2 meses. Portanto, estamos exactamente a meio da época dos espargos, e é agora o momento certo, para experimentar diferentes receitas, sem medos e traumas de etiqueta.

Temos experimentado sobretudo a famosa receita Holandesa de sopa de espargos brancos, em que o segrego é preparar um caldo que resulta da fervura das cascas dos espargos, com cebolas, um pouco de manteiga e um bocadinho de caril durante 30 minutos. Por causa disso a sopa, demora um pouco mais a preparar, mas posso dizer que é mesmo deliciosa.

Ajuda ao tempo de preparação se se tiver um instrumento próprio que descobrimos recentemente, chamado nada mais nada menos, como cortador de espargos! Desconhecia completamente a existência de tal utensílio, mas tem se revelado útil no processo de descascar os traiçoeiros. De resto é simples: 500 gramas de espargos, 1 batata, 2 cebolas pequenas, um pouco de natas.

IMG_6993

Uma vez que a cultura gastrómica Holandesa não é assim tão forte, é preciso mesmo aproveitar as coisas que se consegue aprender aqui e ali. Por isso até ao final da Primavera, a palavra de ordem é “descascar espargos”! :)

Anúncios

2 comentários

  1. Por acaso gosto bastante de sopa d espargos! N sabia que aí na Holanda era típico…

    1. Os espargos sao bastante tipicos daqui. Ja sei que quando ca vieres visitar, faco te uma sopinha de espargos :D

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Amsterdive

Amsterdam based actress hosts you into her own amster-dive

Anas há muitas

Mãe, mas Mulher. Aqui escrevo sobre a fantástica experiência da maternidade, os meus cozinhados, os textos da minha autoria, e a minha área de formação – saúde.

THE GIRL WITH SILVER HAIR

THE GIRL WITH SILVER HAIR

agora digo eu

Porque às vezes me apetece dizer com os dedos para que me ouçam com os olhos!

Diário de Prato

Compartilhando o que eu ando fazendo e comendo de gostoso por aqui.

A Limonada da Vida

Uma Portuguesa na Holanda

almanaque silva

histórias da ilustração portuguesa

Marianne Beerten

Onroerend goed en Geiten in Portugal

Contador D'Estórias

Narrativas, poemas, músicas, um blog com estórias dentro.

Desbravando Madrid

Curiosidades e dicas sobre a cidade de Madrid

Life's Textures

Notes and tips about (my) life

By Catarina

Writing With a Global Mindset

laplandalltheway

Adventures of a Portuguese girl in Lapland

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

The Frustrated Gardener

The life and loves of a time-poor plantsman

Heidiland

Uma Portuguesa na Holanda

The Kitchen Crashers

Seda ve Hakan’ın Mutfak, Seyahat ve Fotoğraf Maceraları…

%d bloggers like this: