Paracetamol: a resposta draconiana contra o uso de antibióticos

Durante estes dias que tenho passado por cá, por várias vezes já ouvi o seguinte conselho:  “Não vale a pena ires ao médico se tiveres doente (e o doente sendo algo do género de uma gripe) mesmo que estejas quase a morrer de aflição, só te vão prescrever paracetamol”. Este conselho é geralmente seguido por um comentário ou outro sobre o sistema de saúde holandês não ser assim tão bom, os médicos quererem poupar todos os trocos possíveis ao Estado e  não mostrarem qualquer tipo de sensibilidade pela dor humana.

IMG_0351[1]

Avisada que estava, sem compreender as razões de tamanha desumanidade do sistema de saúde,  na eventualidade de ficar doente, estava preparada para sofrer sozinha e evitar qualquer tipo de deslocação ou contacto com o médico Holandês.

Isto até ler a entrevista a Hermínia de Lencastre, investigadora líder no estudo de bactérias multi resistentes a trabalhar nos EUA e em Portugal,  conduzida pela revista da TAP:  http://upmagazine-tap.com/#herminia-de-lencastre-genes-de-resistente

A entrevista está muito interessante, e é excelente ficar a conhecer uma Portuguesa que está num lugar cimeiro da investigação desta matéria, que é simultaneamente tão fascinante e assustadora.

Saber que há bactérias multi-resistentes a antibióticos a viver em hospitais e progressivamente a espalharem-se a locais públicos, facilmente traz ao de cima o obsessivo compulsivo que há em nós, sempre a lavar as mãos, a não tocar em portas de casa de banho, a evitar contacto humano e a imaginar onde poderão haver bichinhos sacanas.

Mas, para mim, o mais esclarecedor da entrevista foi a seguinte passagem, citação da investigadora:

Um dos fatores que estão na origem deste problema é o uso indiscriminado de antibióticos, levando a que as bactérias criem estirpes muito resistentes. “Ainda há quem pense que servem para tratar gripes, que são provocadas por vírus, quando os antibióticos servem para matar bactérias.” A advertência está feita mas parece que nem sempre chega a toda a gente.

Logo nos anos 70, quando apareceram as tais estirpes resistentes nos hospitais, Holanda, Dinamarca, Suécia e Noruega introduziram “medidas draconianas de controlo de infeção”. É por isso que a situação lá é tão contrastante com outros países europeus, ainda que haja avanços. Depois de anos de grande investimento em políticas de saúde pública, começam-se a notar melhorias em Inglaterra, França, Bélgica e Espanha. Portugal continua a não ter um panorama animador, apesar de haver evolução, particularmente na diminuição do uso de antibióticos.

Então é para o nosso bem! Lá está! Não é porque sejam maus médicos, não que não tenham sentimentos ou sejam avarentos, na realidade há uma política a vigorar desde os anos 70 que não permite o uso indiscriminado de antibióticos. Até há um site e tudo: http://www.swab.nl/richtlijnen

Mesmo em Portugal, acho que deve haver uma mudança no julgamento dos pacientes aos médicos: um bom médico não é aquele que nos enche de medicamentos, pelo contrário!

Portanto, há que reavivar as mezinhas caseiras: chá de gengibre, chá de mel e limão, o neti indiano para desentupir o nariz, e experimentar esta sopa de cebola que dizem que é top!

Anúncios

One comment

  1. e ainda há o xarope de cenoura que é tao bom :D

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Amsterdive

Amsterdam based actress hosts you into her personal amster-dive

Anas há muitas

Mãe, mas Mulher. Aqui escrevo sobre a fantástica experiência da maternidade, os meus cozinhados, os textos da minha autoria, e a minha área de formação – saúde.

THE GIRL WITH SILVER HAIR

THE GIRL WITH SILVER HAIR

agora digo eu

Porque às vezes me apetece dizer com os dedos para que me ouçam com os olhos!

Diário de Prato

Compartilhando o que eu ando fazendo e comendo de gostoso por aqui.

A Limonada da Vida

Uma Portuguesa na Holanda

almanaque silva

histórias da ilustração portuguesa

Marianne Beerten

Onroerend goed en Geiten in Portugal

Contador D'Estórias

Narrativas, poemas, músicas, um blog com estórias dentro.

Desbravando Madrid

Curiosidades e dicas sobre a cidade de Madrid

Life's Textures

Notes and tips about (my) life

By Catarina

Writing With a Global Mindset

laplandalltheway

Adventures of a Portuguese girl in Lapland

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

The Frustrated Gardener

The life and loves of a time-poor plantsman

Heidiland

Uma Portuguesa na Holanda

The Kitchen Crashers

Seda ve Hakan’ın Mutfak, Seyahat ve Fotoğraf Maceraları…

%d bloggers like this: