As férias de sonho

Como boa expatriada / emigrante,  uma grande parte dos meus sonhos de férias passaram a focar-se não em destinos exóticos, como antigamente, mas sim, em simplesmente ir a Portugal com tempo! ou pelo menos ter a sensação que faço o tempo render nas minhas visitas.

Cenário ideal da estadia em Portugal: Estar com a família, amigos e matar muitas saudades. Fazer as coisas práticas que são necessárias – visitar o médico de família, por exemplo. Conseguir descansar como se descansa em férias e ao mesmo tempo estar presente. Ir a sítios que temos saudades – por exemplo caminhar perto mar ou ir ao Teatro. Mais fazer coisas novas – aquele restaurante novo que toda a gente diz que é maravilhoso e que temos que ir – e finalmente ainda dar um jeitinho para conhecer algo novo meu país.

IMG_6052

E essa tem sido uma vontade que tem crescido imenso em mim, a partir do momento em que me comecei a aperceber que talvez conheça melhor a Holanda do que o meu próprio país. Apetece-me ser turista em Portugal: ir a Museus a que nunca fui, dar caminhadas por sítios inexplorados, experimentar iguarias que nunca provei. E essa é a parte do sonho, de irrealidade se lhe assim preferirem chamar, porque não é possível conciliar tudo. Fica infelizmente sempre alguém ou algo de fora.

Mas tenho a certeza que não estou sozinha nesta sensação…certo?
Como são as férias e visitas a Portugal / vossa terra Natal? Conseguem conciliar tudo?

____________________________________________________________________________________________

Boteco

 

Este post foi escrito para o projecto “Boteco das Tertúlias”, em colaboração com 4 fantásticas bloggers. Para conhecerem as suas férias de sonho, basta clicarem aqui, aqui, aqui e aqui!

Advertisements

7 comentários

  1. Como emigrante, concordo! Há sempre a obrigação de votar a casa, de estar com toda a gente, e o desejo de ver coisas novas! :D

  2. Sim… são as férias perfeitas :D

    1. E não é?! Mas tb é tão difícil conciliar tudo convosco?

  3. E os emigrantes são cada vez mais. E, dos que ficam na terrinha, há sempre uma vontade enorme de rever quem saiu à procura de uma vida melhor.
    Beijinho,
    Ana

  4. Neste caso, näo me sinto uma emigrante. Emigrei também, mas näo sinto vontade nem quero estar a ir a PT sempre… Assim parece que nada mudou! Se eu gostasse tanto de lá estar, näo tinha vindo embora, näo é? O tempo de férias näo é tanto assim, e as viagens da Lapónia, morosas e caras (näo há low cost). Se cada vez que viajar for a PT, näo faco mais nada… Säo cerca de 200 países no mundo, e apenas uma vida, para conhecê-los :) Os meus pais e os meus amigos preferem vir à Suécia do que terem-me lá de visita, pois como dizem “Portugal já conhecemos. Queremos é conhecer outros locais.” Em apenas 1 ano, visitas näo me têm faltado! Quando näo é na Suécia, cheguei à conclusäo que o melhor é um ponto de encontro qq na Europa. Näo tenho quaisquer planos para ir a PT täo cedo, mas nunca se sabe ;) No fundo, o que importa é cada um estar feliz com as opcöes que faz ;)

    1. Sim, o mais importante e estar feliz com as opcoes que se fazem. No meu caso, tenho uma familia grande (e em crescimento!), para quem nao e possivel viajar. E a partir de certo momento as visitas de amigos abrandam, porque ja vieram, ja conhecem, e a vida impoe-se…trabalho, criancas, etc.

  5. Concordo com a Laplandaalltheway. Se todos os anos o teu destino for PT, não conheces mais nada.
    Por outro lado, compreendo que as sauadades e a pressão de familiares e amigos para voltares a casa não deva ser fácil de gerir.
    Nem sempre, nem nunca talvez seja a solução :-)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

amsterdive.wordpress.com/

Amsterdam based actress hosts you into her personal amster-dive

Anas há muitas

Mãe, mas Mulher. Aqui escrevo sobre a fantástica experiência da maternidade, os meus cozinhados, os textos da minha autoria, e a minha área de formação – saúde.

THE GIRL WITH SILVER HAIR

THE GIRL WITH SILVER HAIR

agora digo eu

Porque às vezes me apetece dizer com os dedos para que me ouçam com os olhos!

Diário de Prato

Compartilhando o que eu ando fazendo e comendo de gostoso por aqui.

A Limonada da Vida

Uma Portuguesa na Holanda

almanaque silva

histórias da ilustração portuguesa

Marianne Beerten

Onroerend goed en Geiten in Portugal

Contador D'Estórias

Narrativas, poemas, músicas, um blog com estórias dentro.

Desbravando Madrid

Curiosidades e dicas sobre a cidade de Madrid

Life's Textures

Notes and tips about (my) life

By Catarina

Writing With a Global Mindset

laplandalltheway

Adventures of a Portuguese girl in Lapland

Desabafos em rodapé

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

The Frustrated Gardener

The life and loves of a time-poor plantsman

Heidiland

Uma Portuguesa na Holanda

The Kitchen Crashers

Seda ve Hakan’ın Mutfak, Seyahat ve Fotoğraf Maceraları…

%d bloggers like this: