Conhecer a Holanda a pedalar: Baarn e arredores

Mais um fim-de-semana com bom tempo, mais uma voltinha de bicicleta! Desta feita apanhámos o comboio até Baarn e fizemos um percurso de 31km em redor da pequena cidade, conhecida pelas várias residências oficiais dos Reis da Holanda que ali existem.

A cidade fica a um pulinho de Utrecht o que faz com que seja fácil para nós planear uma volta de bicicleta. 

 O início do percurso sugerido no route.nl faz logo uma sugestão à ligação “real” com a cidade. 

Começámos o passeio no café “o General”, que iniciou a sua actividade em meados do século XIX, e que a família real frequentava no passado e onde tinham direito a sala particular. 

O café ainda mantém a mesma aura dos seus tempos de fundação, com uma aura chique e composta, mas sem ser snob.

 

Seguimos depois ao longo dos bosques que rodeiam a cidade e passámos por casas tão bonitas e arranjadinhas, que quase se tornam aborrecidas ao olhar: jardins com arbustos milimetricamente aparados, hortênsias perfeitamente em flor e carros muito bem estacionados à porta de casa.

   

   


Mas os longos bosques, com as suas árvores e troncos torcidos, aqui e ali a invadir os jardins perfeitos, deram uma naturalidade grande ao percurso residencial por onde pedalámos até chegar ao bosque em si, mais denso em vegetação, mas bastante menos movimentado.

Os campos à volta dos bosques, deram lugar, sempre que a vegetação clareava, a quintas de equitação eà      maior quantidade de cavalos que alguma vez vi juntos na Holanda. 

Por mais que uma vez, partilhámos o percurso com cavaleiros a trote.

 E depois fomos de encontro a dois palácios, sendo o mais conhecido da zona de Baarn o palácio Groeneveld, que é hoje um centro de exposições. 

Depois da visita ao centro de exposições do palácio, uma pedalada final levou nos à estação de Baarn, num pulo. E ficou uma vontade de repetir!

Anúncios

2 comentários

  1. As fotos são sempre lindas! Dá mesmo vontade de conhecer. :)

  2. […] sempre a sorte de poder celebrar estes momentos na rua e perto da natureza. De lado ficaram os roteiros de bicicleta do ano passado pela Holanda e outros passeios. Ainda não foi desta que fomos a Giethoorn ou ao Efteling ou à […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Amsterdive

Amsterdam based actress hosts you into her own amster-dive

Anas há muitas

Mãe, mas Mulher. Aqui escrevo sobre a fantástica experiência da maternidade, os meus cozinhados, os textos da minha autoria, e a minha área de formação – saúde.

THE GIRL WITH SILVER HAIR

THE GIRL WITH SILVER HAIR

agora digo eu

Porque às vezes me apetece dizer com os dedos para que me ouçam com os olhos!

Diário de Prato

Compartilhando o que eu ando fazendo e comendo de gostoso por aqui.

A Limonada da Vida

Uma Portuguesa na Holanda

almanaque silva

histórias da ilustração portuguesa

Marianne Beerten

Onroerend goed en Geiten in Portugal

Contador D'Estórias

Narrativas, poemas, músicas, um blog com estórias dentro.

Desbravando Madrid

Curiosidades e dicas sobre a cidade de Madrid

Life's Textures

Notes and tips about (my) life

By Catarina

Writing With a Global Mindset

laplandalltheway

Adventures of a Portuguese girl in Lapland

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

The Frustrated Gardener

The life and loves of a time-poor plantsman

Heidiland

Uma Portuguesa na Holanda

The Kitchen Crashers

Seda ve Hakan’ın Mutfak, Seyahat ve Fotoğraf Maceraları…

%d bloggers like this: