Conhecer o EYE Film Institute

Sexta-feira passado fomos visitar o EYE Film Institut em Amsterdam. O EYE cruza o charme da Cinemateca de Lisboa e a modernidade e coolness da Casa da Música no Porto. No fundo a missão do EYE é potenciar o encanto de uma sala de cinema, dita normal, com experiências cinéfilas complementares, tal como a exibição de ciclos de cinema especiais e exposições.

Por exemplo, neste momento está patente no EYE uma exposição sobre David Cronenberg e está também a decorrer um ciclo de cinema com os grandes filmes de Alfred Hitchcock. Resumindo, é um art cinema com brinde extra! Perfeito para quem gosta de fugir dos filmes mainstream e ver coisas diferentes.

EYE Film Institut

EYE Film Institut

Para chegar ao EYE, é preciso apanhar um ferry com direcção a Buiksloterweg, mesmo junto à estação central de Amsterdam. O ferry é gratuito e existem serviços quase de 5 em 5 minutos, 24 horas por dia, que não demoram mais do que 3 minutos a atravessar o grande canal do IJ.

Nunca tinha ido para estes lados de Amsterdam e nunca tinha feito a travessia de ferry, mas passou a estar na minha lista de sugestões para quem visitar a cidade. No fundo, chegar ao EYE de ferry, permite apreciar a bonita arquitectura do edíficio, numa lenta aproximação. E já do lado de lá, podemos demorar-nos a apreciar a construcção da estação central de Amsterdam –  um edifício tão grande, com toda aquela água e céu junto a si.

Para além das 3 salas de cinema, existe um café / restaurante onde é possível apreciar esta vista maravilhosa. Não tenho adjectivos para descrever a sensação que é entrar naquele espaço amplo, claro e luminoso.

Depois de beber uma cerveja no bar, fomos ver o filme holandês ( legendado em inglês!) chamado Helium.

Poster do filme "Helium" agora no cinema

O  filme conta a estória de um gangster de Amsterdam, que se vê obrigado a refugiar-se na ilha de Texel durante uns dias, enquanto lida com uns novos criminosos que o ameaçam. A ilha no Inverno tem um impacto tremendo em si e quando volta para a cidade não é bem a mesma pessoa. Um filme instrospectivo, não lá muito animado, mas com uma bela fotografia e som.

Apesar de termos bons cinemas também em Utrecht, vamos aproveitar o facto de haver filmes interessantes em cartaz nos próximos tempos no EYE, para voltar a atravessar o IJ.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Amsterdive

Amsterdam based actress hosts you into her own amster-dive

Anas há muitas

Mãe, mas Mulher. Aqui escrevo sobre a fantástica experiência da maternidade, os meus cozinhados, os textos da minha autoria, e a minha área de formação – saúde.

THE GIRL WITH SILVER HAIR

THE GIRL WITH SILVER HAIR

agora digo eu

Porque às vezes me apetece dizer com os dedos para que me ouçam com os olhos!

Diário de Prato

Compartilhando o que eu ando fazendo e comendo de gostoso por aqui.

A Limonada da Vida

Uma Portuguesa na Holanda

almanaque silva

histórias da ilustração portuguesa

Marianne Beerten

Onroerend goed en Geiten in Portugal

Contador D'Estórias

Narrativas, poemas, músicas, um blog com estórias dentro.

Desbravando Madrid

Curiosidades e dicas sobre a cidade de Madrid

Life's Textures

Notes and tips about (my) life

By Catarina

Writing With a Global Mindset

laplandalltheway

Adventures of a Portuguese girl in Lapland

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

The Frustrated Gardener

The life and loves of a time-poor plantsman

Heidiland

Uma Portuguesa na Holanda

The Kitchen Crashers

Seda ve Hakan’ın Mutfak, Seyahat ve Fotoğraf Maceraları…

%d bloggers like this: