Cativar em Holandês

Ontem cheguei finalmente ao famoso capítulo em que o Pequeno Príncipe conhece a sua amiga raposa e ela lhe explica o que significa cativar e lhe conta dois segredos: “só se vê bem com o coração, porque o essencial é invisível para os olhos“ e “ficas responsável para todo o sempre por aquilo que cativaste.“

Apesar de não compreender algumas palavras e expressões na versão Holandesa voltei a ficar com um sentimento muito especial e um sentido de urgência ao lê-lo – “sou responsável por aquilo que cativo. Ik ben verantwoordelijk voor wat ik tam hebt gemaakt.  Nous sommes responsables pour ceux qui nous avons apprivoise“

Imagem retirada da internet

Imagem retirada da internet

Acho que é sem dúvida a passagem mais bonita do livro, esteja escrita em que língua for.

Depois quando reli o texto em Holandês para traduzir as palavras que não conhecia, encontrei uma tradução directa de “tam“ como sendo domar ou domesticar. Na realidade cativar em Português pode ter o mesmo significado literal, no sentido de trazer um animal para cativeiro, manter algo cativo ou tomar em nossa posse.

No livro “cativar“ (ou tam em Holandês), significa conquistar os sentimentos de alguém, conseguir afecto e criar laços. Mas tal como a raposa alerta o pequeno príncipe, quando se criam laços, quando se traz algo para o cativeiro dos nossos afectos, somos responsáveis por cuidar desse algo. Passa a existir uma relação de dependência e de fragilidade quando cativamos e nos deixamos cativar, no sentido literal e figurativo da palavra, que existe nas duas línguas.

Enquanto pensava no outro lado do significado da palavra e como traduzi-la, acho que dei mais um passo para compreender melhor este segredo da raposa contado ao pequeno príncipe.

Fica aqui a passagem em Holandês para quem se queira aventurar:

En hij ging terug naar de vos:
– Vaarwel, zei hij…..
– Vaarwel, zei de vos. Dit is mijn geheim, ‘t is heel eenvoudig: alleen met ‘t hart kun je goed zien. ‘t Wezenlijke is voor de ogen onzichtbaar.
– Voor de ogen is ‘t wezenlijke onzichtbaar, herhaalde de kleine prins, om ‘t goed te onthouden.
– Alle tijd die je aan je roos besteed hebt, maakt je roos juist zo belangrijk.
– De tijd die ik aan mijn roos besteed heb……zei de kleine prins, om ‘t goed te onthouden.
– Dat is een waarheid, die de mensen vergeten hebben, zei de vos. Maar die moet jij niet vergeten. Je blijft altijd verantwoordelijk voor wat je tam hebt gemaakt. Je bent verantwoordelijk voor je roos……..
– Ik ben verantwoordelijk voor mijn roos, zei de kleine prins om ‘t goed te onthouden.

Anúncios

One comment

  1. luis.miguellsantos@gmail.com · · Responder

    Gostei bastante. Achei muito cativante. Hoje vou começar o dia a cativar :)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Amsterdive

Amsterdam based actress hosts you into her personal amster-dive

Anas há muitas

Mãe, mas Mulher. Aqui escrevo sobre a fantástica experiência da maternidade, os meus cozinhados, os textos da minha autoria, e a minha área de formação – saúde.

THE GIRL WITH SILVER HAIR

THE GIRL WITH SILVER HAIR

agora digo eu

Porque às vezes me apetece dizer com os dedos para que me ouçam com os olhos!

Diário de Prato

Compartilhando o que eu ando fazendo e comendo de gostoso por aqui.

A Limonada da Vida

Uma Portuguesa na Holanda

almanaque silva

histórias da ilustração portuguesa

Marianne Beerten

Onroerend goed en Geiten in Portugal

Contador D'Estórias

Narrativas, poemas, músicas, um blog com estórias dentro.

Desbravando Madrid

Curiosidades e dicas sobre a cidade de Madrid

Life's Textures

Notes and tips about (my) life

By Catarina

Writing With a Global Mindset

laplandalltheway

Adventures of a Portuguese girl in Lapland

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

The Frustrated Gardener

The life and loves of a time-poor plantsman

Heidiland

Uma Portuguesa na Holanda

The Kitchen Crashers

Seda ve Hakan’ın Mutfak, Seyahat ve Fotoğraf Maceraları…

%d bloggers like this: