E o bezerro de ouro vai para….!

Hoje é dia de Oscares versão Holandesa. O Homem de Ouro é substituído pelo Gouden Kalf – “Bezerro de Ouro”, que é o grande prémio do Festival de Cinema Holandês. Prémio este muito apropriado, não fosse a vaca um símbolo incontornável da Holanda e não estivesse também no seguimento das estatuetas atribuídas por essa Europa fora: o Urso de Ouro no Festival de Berlim, o Leão de Ouro no Festival de Veneza e a Palma de Ouro no Festival de Cannes.

Gouden Kalf: O Bezerro de Oiro

A adoração do bezerro de ouro causou algumas desventuras a Moisés e à sua malta no deserto, mas aqui na Holanda, é desde 1981 uma das grandes honras e reconhecimento a realizadores, argumentistas, produtores e actores e actrizes nacionais.

Sorte a minha que o Festival está a acontecer exactamente em Utrecht e consegui espreitar um pouco do ambiente! A zona do Neude está totalmente preparada com passadeiras vermelhas e um espaço dedicado aos filmes em cartaz.

Nederlands Film Festival em Utrecht

Nederlands Film Festival em Utrecht

Carro de filmagens muito vintage e fininho

Carro de filmagens muito vintage e fininho

Poucos filmes têm legendas em Inglês, mas mesmo assim conseguimos ver um documentário interessante “Ik wil mijn geld terug” em Português “Eu quero o meu dinheiro de volta”, que apresenta as desventuras do próprio realizador do documentário, que perdeu parte do dinheiro do filho, com a falência de um banco Islandês em que tinha o seu dinheiro depositado. Com uma boa dose de sentido de humor e pragmatismo Holandês, fica claro que o drama da crise financeira não é algo que atingiu apenas os “sulistas” do costume. Muitas famílias Holandesas ficaram também entaladas com a crise bancária.

O grande filme deste ano em estreia no festival e em competição é o “Hoe duur was de suiker” ou “Quanto custa o açúcar?” do realizador Jean van de Velde.

BRAMMETJE BAAS

Uma adaptação para o cinema do romance histórico homónimo sobre a vida numa plantação de açúcar no Suriname, ex-colónia Holandesa, no século XVIII. Um filme que foca a escravatura no Suriname e o modo do vida dos colonos. Facto muito interessante para mim, é que grande parte dos colonos donos destas plantações de açúcar eram na realidade Judeus Portugueses que chegaram ao Suriname depois da capitulação Holandesa da zona do Recife no Brasil, e que encontraram neste país um novo lar, longe da perseguição católica.

No Suriname, os judeus Portugueses contribuíram substancialmente para o desenvolvimento da colónia, à base da cultura da cana-de-açúcar, e, graças à absoluta liberdade de que gozavam, foram crescendo em número e organizando-se numa comunidade, que no final do século XVIII contava com mais de 1.300 pessoas.

Infelizmente este filme não tem legendas, mas é sem dúvida um dos preferidos a levar uns bezerros de ouro para casa! Logo se saberá quem sairá vencedor.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Amsterdive

Amsterdam based actress hosts you into her personal amster-dive

Anas há muitas

Mãe, mas Mulher. Aqui escrevo sobre a fantástica experiência da maternidade, os meus cozinhados, os textos da minha autoria, e a minha área de formação – saúde.

THE GIRL WITH SILVER HAIR

THE GIRL WITH SILVER HAIR

agora digo eu

Porque às vezes me apetece dizer com os dedos para que me ouçam com os olhos!

Diário de Prato

Compartilhando o que eu ando fazendo e comendo de gostoso por aqui.

A Limonada da Vida

Uma Portuguesa na Holanda

almanaque silva

histórias da ilustração portuguesa

Marianne Beerten

Onroerend goed en Geiten in Portugal

Contador D'Estórias

Narrativas, poemas, músicas, um blog com estórias dentro.

Desbravando Madrid

Curiosidades e dicas sobre a cidade de Madrid

Life's Textures

Notes and tips about (my) life

By Catarina

Writing With a Global Mindset

laplandalltheway

Adventures of a Portuguese girl in Lapland

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

The Frustrated Gardener

The life and loves of a time-poor plantsman

Heidiland

Uma Portuguesa na Holanda

The Kitchen Crashers

Seda ve Hakan’ın Mutfak, Seyahat ve Fotoğraf Maceraları…

%d bloggers like this: