Tornar comida que ia para o contentor num primor!

Este Domingo vai acontecer um evento ao qual gostava mesmo mesmo de ir, mas infelizmente o tempo não dá para tudo.

Na Universidade de Wageningen vai ser organizado um almoço grátis para 500 pessoas (e não era só por isso que gostaria de ir!), apenas preparado com alimentos que são normalmente desperdiçados, indo directamente para o caixote de lixo.

Todos convidados!

Todos convidados!

Não estou a falar de comida estragada, mas sim de batata pequena de mais, cenouras tortas, couves gigantes e de todas as “anormalidades” que não são aceites pelos supermercados. O desafio deste almoço é transformar a comida que iria para o lixo num repasto digno de reis e consciencializar a população para o desperdício de alimentos. Os números que a organização deste evento apresenta são flagrantes: um terço dos alimentos produzidos a nível mundial são desperdiçados desde os campos até às nossas bocas.

Pessoalmente não tinha noção da magnitude desta questão, mas para dizer a verdade cada vez mais no meu dia-a-dia sou confrontada com o meu próprio desperdício e fico sempre um pouco chocada. A questão é tão urgente que o Parlamento Europeu aprovou uma recomendação ao Conselho Europeu e à Comissão Europeia para proclamar 2014 o «Ano Europeu contra o Desperdício Alimentar».

Outras das coisas interessantes deste evento em Wageningem, é que paralelamente ao almoço vão ser abordadas ideias práticas sobre como de preservar alimentos e travar o desperdício.

Pêra Rocha pequenina e feinha - foto retirada do blog da Fruta Feia

Pêra Rocha pequenina e feinha – foto retirada do blog da Fruta Feia

Na verdade, o problema começa quando o consumidor na hora de comprar no supermercado prefere quase sempre a fruta e legumes mais “bonitos”, como se isso fosse um sinónimo de sabor e qualidade. Mas beleza e qualidade não andam sempre de mãos dadas no que toca a alimentos.

Foi este mesmo conceito que a empresa Portuguesa “Fruta Feia” lançou no mercado Português. Através da criação de uma cooperativa de consumo, o projecto FRUTA FEIA tem como objectivo principal canalizar essa parte do desperdício alimentar até aquele consumidor final que não julga a qualidade por factores de aparência. Assim, à cooperativa chegará directamente dos agricultores da região – alvo deste problema e parceiros do projecto – a parte da sua produção fruto-hortícola que por ser feia não encontra escoamento possível através dos grandes distribuidores.

Não vou estar no Domingo em Wageningen mas se alguém for contem-me tudo por favor e partilhem as vossas ideias sobre como parar com o desperdício!

Anúncios

6 comentários

  1. Sem dúvida iniciativas louváveis! Bom artigo!

  2. todos vivemos um tempo em que é preciso questionar o porquê das coisas; trocar uma resposta imediata pela análise mais aprofundada.

  3. Descobri este artigo hoje onde na Dinamarca abriu um restaurante exactamente com este proposito! Além de não haver desperdício ajudam causas humanitárias
    http://www.dn.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=3462224&seccao=Europa

    1. Super interessante! Acho que aos poucos se vai ganhar maior consciencia deste problema. Obrigada :)

  4. Tinhas razão; adorei!
    Não conhecia a Fruta Feia!
    Ainda bem que se começa a ter juízo e a acabar com o desperdicio!

  5. […] já falei aqui antes da questão de desperdício de alimentos e de como está a entrar na agenda como um tema importante da nossa sociedade, tanto aqui na Holanda como em […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Amsterdive

Amsterdam based actress hosts you into her own amster-dive

Anas há muitas

Mãe, mas Mulher. Aqui escrevo sobre a fantástica experiência da maternidade, os meus cozinhados, os textos da minha autoria, e a minha área de formação – saúde.

THE GIRL WITH SILVER HAIR

THE GIRL WITH SILVER HAIR

agora digo eu

Porque às vezes me apetece dizer com os dedos para que me ouçam com os olhos!

Diário de Prato

Compartilhando o que eu ando fazendo e comendo de gostoso por aqui.

A Limonada da Vida

Uma Portuguesa na Holanda

almanaque silva

histórias da ilustração portuguesa

Marianne Beerten

Onroerend goed en Geiten in Portugal

Contador D'Estórias

Narrativas, poemas, músicas, um blog com estórias dentro.

Desbravando Madrid

Curiosidades e dicas sobre a cidade de Madrid

Life's Textures

Notes and tips about (my) life

By Catarina

Writing With a Global Mindset

laplandalltheway

Adventures of a Portuguese girl in Lapland

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

The Frustrated Gardener

The life and loves of a time-poor plantsman

Heidiland

Uma Portuguesa na Holanda

The Kitchen Crashers

Seda ve Hakan’ın Mutfak, Seyahat ve Fotoğraf Maceraları…

%d bloggers like this: