Órbita: Uma bicicleta Portuguesa com certeza

Estou a pensar seriamente arranjar uma segunda bicicleta para deixar estacionada em Amsterdam, e utilizar quando saio do comboio até ao trabalho. Aqui é bastante comum ter-se uma segunda bicicleta, não houvessem espalhadas por esta terra 18 milhões de bicicletas, mais do que uma por habitante. Todos os anos são compradas 1,3 milhões (incluindo eléctricas) a um preço médio de 954 euros.

A minha foi comprada em vigésima mão, bem mais baratinha do que a média nacional portanto, e no que poupei até agora em transportes conto que bastarão poucos meses para a amortizar. Assim, se encontrar outra bicicleta em conta, poderia substituir algumas das deslocações que faço em Amsterdam em transportes públicos por bicicleta. Mas para a dizer a verdade, esta decisão vai depender como eu própria me vou comportar com a chegada do Inverno – será que vou ter forças para enfrentar o frio do Inverno de bicicleta?

Enquanto me encontrava em deambulações mentais sobre arranjar ou não outra bicicleta descobri este artigo.

E não é que existem bicicletas Portuguesas?órbita é uma marca de bicicletas Portuguesas fundada em águeda em 1971. Hoje têm 55 modelos de bicicleta, exportam 75% a 80% da produção e fazem questão de assinar todas as bicicletas  com o slogan “Bicicletas Portuguesas”, não só porque faz parte do nome da empresa,  mas porque é um orgulho serem “Made in Portugal”. E  a mim enche-me de orgulho: temos uma viatura de duas rodas nacional! Esta marca tem liderado várias iniciativas internacionais de mobilidade urbana e são hoje um dos maiores representantes da indústria nacional de bicicletas fora de Portugal.

Têm trabalhado em sistemas inovadores de parque urbanos para bicicletas, em que o utilizador depois de comprar um cartão tipo passe, pode levantar ou deixar a bicicleta em qualquer um dos parques disponíveis através de um fecho electrónico e controlo de utilização centralizado. Também no domínio da mobilidade urbana, a Órbita é uma das fornecedoras das bicicletas que a cidade de Paris disponibiliza desde 2007.

E não é que para além de Made in Portugal, as bicicletas são mesmo bonitas?!

Imagem retirada do site da empresa

Imagem retirada do site da empresa

Imagem retirada do site da empresa

Imagem retirada do site da empresa

E os preços são bastante em conta para bicicletas novas.  A minha decisão de arranjar uma segunda bicicleta, a confirmar-se, está agora altamente enviezada para o produto nacional!

Anúncios

3 comentários

  1. Luís Santos · · Responder

    Excelente ideia. Isso é mesmo comum em muitas cidades, mas o que reparei uma vez numa estação de comboios, é que as pessoas retiravam o Selim quando se iam embora e deixavam a bicicleta presa. Ao questionar o motivo, disseram-me que era o acessório mais roubado nas bicicletas :). Quando era miúdo andei em várias bicicletas de marca órbita. Praticamente toda a garotada tinha uma :)

    1. :) Agora que penso nisso acho que o meu irmão tinha uma! Mas a decisão de arranjar outra vai depender da minha reacção ao tempo…vento e neve e bicicletas acho não combinam muito para mim :)

  2. Também já me passou isso pela cabeca. Tenho 10 minutos a andar a pé do escritório à estacao e as vezes bem me apetecia a bike :) E Orbita com ela :D:D

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Amsterdive

Amsterdam based actress hosts you into her own amster-dive

Anas há muitas

Mãe, mas Mulher. Aqui escrevo sobre a fantástica experiência da maternidade, os meus cozinhados, os textos da minha autoria, e a minha área de formação – saúde.

THE GIRL WITH SILVER HAIR

THE GIRL WITH SILVER HAIR

agora digo eu

Porque às vezes me apetece dizer com os dedos para que me ouçam com os olhos!

Diário de Prato

Compartilhando o que eu ando fazendo e comendo de gostoso por aqui.

A Limonada da Vida

Uma Portuguesa na Holanda

almanaque silva

histórias da ilustração portuguesa

Marianne Beerten

Onroerend goed en Geiten in Portugal

Contador D'Estórias

Narrativas, poemas, músicas, um blog com estórias dentro.

Desbravando Madrid

Curiosidades e dicas sobre a cidade de Madrid

Life's Textures

Notes and tips about (my) life

By Catarina

Writing With a Global Mindset

laplandalltheway

Adventures of a Portuguese girl in Lapland

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

The Frustrated Gardener

The life and loves of a time-poor plantsman

Heidiland

Uma Portuguesa na Holanda

The Kitchen Crashers

Seda ve Hakan’ın Mutfak, Seyahat ve Fotoğraf Maceraları…

%d bloggers like this: