Celebrar a Paz e o Afastar das Muralhas

Este Sábado foi o espectáculo de abertura da celebração dos 300 anos da assinatura do Tratado de Utrecht.

E foi um espectáculo longe, longe, bem longe do centro da cidade, o que constituiu uma bela oportunidade para testar a minha resistência a andar de bicicleta. Na minha 10.ª vez a andar de bicicleta em toda a minha vida, numa viagem com duração completa 45 minutos, chegámos ao limite do distrito de Utrecht, quase quase já perto de Amsterdam. Eu estava podre e suficientemente assustada com a questão, que sempre que há um ir, há também um voltar.

Simbolicamente aquela localização é um género de boas vindas ao sítio que há 300 anos recebeu os diplomatas que vieram negociar o fim da guerra da sucessão espanhola e que permitiu terminar com uma guerra sangrenta e estabelecer um dos primeiros acordos de paz da história da Europa. Numa forma mais prática, acho que era o único descampado, com alguma acessibilidade por carro e por bicicleta, que permitia comportar uma grande enchente de pessoas. E que grande enchente de pessoas! 14.000 é o número oficial  da organização para o número de pessoas que ali estiveram. E eu, contente por ter chegado, por ter encontrado o sítio, temia como seria o regresso.

Mas bom, entre o chegar e o regressar, há o mais importante, que é sem dúvida o durante. E o durante foi um espectáculo sobre a Guerra e a Paz em hora e meia, em que a banda sonora foi da responsabilidade da Orquestra Metropolitana, e que muitas vezes nos levou para um ambiente de banda sonora de filme épico ou de video jogo tipo Metal Gear Solid.

Começou-se com um cenário de guerra. O público estava dividido entre uma grande barricada de torres, guardada por soldados e generais, prontos a incentivar o povo que os rodeia à incompreensão e ao afastamento. Estávamos separados, havia fogo, havia gritos de ordem e havia intolerância.

IMG_1015[1]

IMG_1021[1]

IMG_1086[1]

Mas a certo momento, tanta violência é demais, e nas torres onde antes se ouviam gritos de guerra, os soldados são substituídos por pessoas normais, e ouve-se o pedido do fim à carnificina, à intolerância e à miséria. Pedem que Espanhóis, Franceses, Ingleses e Portugueses estabeleçam uma solução.

E assim chegam os diplomatas, armados nas suas carruagens, com grandes perucas, prontos a discursar, a negociar e a festejar.

É o primeiro derrubar de uma barreira. A multidão que assiste passa-se a ver de um lado e outro. E depois de muito discurso, chega-se a um acordo, quebram-se as últimas barreiras, e dá-se lugar à Paz.

IMG_1085[1]

E aqui vem a parte da celebração!  As muralhas afastam-se, deixam de existir e entra o fogo de artifício para celebrar! Uma evocação das celebrações que ocorreram há 300 anos por toda a Europa.

IMG_1071[1]

Lindo não é?

Para saberem mais sobre o Tratado de Utrecht basta clicarem aqui!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

amsterdive.wordpress.com/

Life revelations + Amsterdam culture

THE GIRL WITH SILVER HAIR

THE GIRL WITH SILVER HAIR

agora digo eu

Porque às vezes me apetece dizer com os dedos para que me ouçam com os olhos!

Diário de Prato

Compartilhando o que eu ando fazendo e comendo de gostoso por aqui.

A Limonada da Vida

Uma Portuguesa na Holanda

almanaque silva

histórias da ilustração portuguesa

Marianne Beerten

Onroerend goed en Geiten in Portugal

Contador D'Estórias

Narrativas, poemas, músicas, um blog com estórias dentro.

Life's Textures

Notes and tips about (my) life

laplandalltheway

Adventures of a Portuguese girl in Lapland

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

The Frustrated Gardener

The life and loves of a plantsman

Heidiland

Uma Portuguesa na Holanda

The Kitchen Crashers

Seda ve Hakan’ın Mutfak, Seyahat ve Fotoğraf Maceraları…

Love to ride my bicycle

Bicycles from The Netherlands

%d bloggers like this: