Uma boa forma de mandar a dieta ao ar: Dutch Pannenkoeken

Toda a gente conhece a velha desculpa mental: “Como acabei de fazer exercício físico posso comer qualquer coisa especial” .  E no momento em que estamos a convencer-nos para tomar essa decisão, de alguma forma, enquanto pesamos prós e contras, acreditamos piamente que a balança exercício físico vs cena deliciosamente calórica,  vai pender em última análise para o exercício físico. É como senão quiséssemos facilitar demasiado a vida ao exercício físico na tarefa de nos pôr em forma, mas acreditamos que ele mesmo assim vai vencer todas as adversidades.

E, eu tenho cá para mim, que estes senhores Holandeses perceberam há muito essa tendência humana de sabotar o seu próprio esforço, e especializaram-se na tradição de colocar casas de panquecas nos sítios em que a malta se desloca para caminhar, correr ou andar de bicicleta.

Não há como resistir a um género de casa de campo tradicional com uma chaminé a fumegar, com um aspecto quentinho e acolhedor, que emana um cheiro a cozinhados também eles quentinhos e saborosos, depois de uma longa caminhada ao frio, pois não? Eu acho que a única forma de resistir é mesmo sair sem dinheiro de casa.

Conclusão: não houve como resistir este fim-de-semana quando encontrámos o Theehuis Rhijnauwen perto de Bunnik, depois de 1 hora a pedalar, um restaurante de panquecas no bosque que aprimora a receita de Dutch Pannekoeken.

IMG_0918[1]

E foi no interior acolhedor e bem decorado, que encontrámos a tradicional panqueca holandesa, bem mais fina dos que as suas irmãs Americanas, e que aqui, pode ser a base para literalmente todas as combinações doces ou salgadas. Do pouco que conhecemos parece-nos que existe bastante mais imaginação no capítulo das panquecas salgadas que servem perfeitamente como prato principal de uma refeição holandesa. As doces tem sabores mais tradicionais, e não registamos  grandes extravagâncias calóricas no menu.

Por exemplo aqui está uma extravagante pannenkoek salgada com presunto, queijo de cabra, mel, salada e mostarda!

IMG_0904[1]

E aqui uma mais comedida e tradicional pannenkoek doce com maçã e canela, em que se pode juntar o tradicional syrup e açúcar em pó.

IMG_0905[1]

Nos supermercados existem vários preparados prontos que permitem muito facilmente recriar a receita em casa juntando só água. No entanto parece-me muito artificial e por isso, um dos próximos passos será experimentar em casa receitas tradicionais de Dutch Pannenkoeken. Espero que vos tenha aberto o apetite!

Anúncios

3 comentários

  1. mas que delicia, catarina!!! adorei ;) vejo que tem aproveitado bem o tempo por ai! beijinhos para os dois, e saudades!

    1. Olá Ana!! Sim sempre que possível temos tentado aproveitar :D adorei as tuas fotos da Irlanda :D

  2. Gosto muito muito disto! Os meus primeiros 5 anos de vida foram passados na Holanda (em Amesterdão), infelizmente tenho poucas recordações, mas esta casa e as maravilhosas panquecas são aquelas que recordo com mais carinho! E por existirem receitas tão variadas a minha mãe criou a tradição de fazermos uma refeição só de panquecas!
    Espero que estejas a gostar da Holanda!
    Beijinho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Amsterdive

Amsterdam based actress hosts you into her own amster-dive

Anas há muitas

Mãe, mas Mulher. Aqui escrevo sobre a fantástica experiência da maternidade, os meus cozinhados, os textos da minha autoria, e a minha área de formação – saúde.

THE GIRL WITH SILVER HAIR

THE GIRL WITH SILVER HAIR

agora digo eu

Porque às vezes me apetece dizer com os dedos para que me ouçam com os olhos!

Diário de Prato

Compartilhando o que eu ando fazendo e comendo de gostoso por aqui.

A Limonada da Vida

Uma Portuguesa na Holanda

almanaque silva

histórias da ilustração portuguesa

Marianne Beerten

Onroerend goed en Geiten in Portugal

Contador D'Estórias

Narrativas, poemas, músicas, um blog com estórias dentro.

Desbravando Madrid

Curiosidades e dicas sobre a cidade de Madrid

Life's Textures

Notes and tips about (my) life

By Catarina

Writing With a Global Mindset

laplandalltheway

Adventures of a Portuguese girl in Lapland

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

The Frustrated Gardener

The life and loves of a time-poor plantsman

Heidiland

Uma Portuguesa na Holanda

The Kitchen Crashers

Seda ve Hakan’ın Mutfak, Seyahat ve Fotoğraf Maceraları…

%d bloggers like this: