Os pontos altos das terras baixas

Este Sábado saímos de Utrecht com destino a uma caminhada no Parque Nacional de Veluwe, para um passeio que imaginávamos fácil e descontraído. Bem a Sul do País em Dieren, guiados por batedores sábios que já conheciam os caminhos mais bonitos e as rotas recomendadas, descobrimos que afinal a Holanda não é apenas composta por planícies infinitas. A paisagem é também feita dos seus montes, que mesmo sendo singelos, permitem ver até à fronteira com a Alemanha, e conseguem cansar 2 pares de pernas portuguesas destreinadas. E de que maneira! O ponto mais alto do Parque são uns estonteantes 110 metros acima do nível do mar.

IMG_0869[1]

Numa paisagem ainda totalmente de Inverno, caminhámos 15 kms por entre um bosque dourado pelas folhas das árvores que ainda descansam no chão, entre regatos que correm tímidos e ainda com gelo, entre aves que não se vêem mas que se ouvem com o som do vento das árvores.

IMG_0901[1]

Estava frio, o suficiente para de vez em quando caírem umas farripas de neve e sentirmos que estávamos numa floresta de um conto de Natal.

IMG_0888[1]

Da Primavera ainda nada. Só as fotografias, expostas nos painéis informativos nos pontos mais importantes do Parque, nos mostram uma outra beleza da paisagem, que na Primavera deixa o dourado para trás e se transforma em tons de cor-de-rosa, lilás e roxo.

E acredito que nessa altura se torne também um pequeno paraíso para os amantes da observação de aves, veados e javalis. Nós com muita sorte conseguimos capturar um javali em filme, curiosamente junto a uma casa em construção, sinal que está completamente abandonada. Conseguem vê-lo?

IMG_0891[1]

Bambis infelizmente nem vê-los, mas a paisagem também nos brindou com pachorrentas vacas do tipo Scottish Highlanders.

IMG_0913[1]

A quantidade de pessoas que se passeiam a pé neste Parque é impressionante. Pessoas de todas as idades a pé ou de bicicleta. Solitários, casais apaixonados ou grupos de senhoras de terceira idade. A paixão dos Holandeses pelo exercício ao ar livre vê-se nestes momentos.

IMG_0873[1]

E depois há outras coisas que ajudam e motivam ao exercício físico! Como o facto de haver casas de panquecas ou restaurantes com um design e arquitectura soberbo, convenientemente localizados, depois de 3 horas de caminhada. E é neste momento, que mesmo gorduroso, o pitéu holandês sabe a um pedaço de céu.

IMG_0878[1]

Na realidade o restaurante Pavilion Post Bank para além de petiscos tradicionais holandeses, que reanimam os espíritos enfraquecidos, oferece bonitas vistas sobre o bosque e está praticamente ao mesmo nível do miradouro do Parque.

IMG_0880[1]

Esperamos repetir brevemente, já com o um olho preparado para a paisagem de Primavera!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Amsterdive

Amsterdam based actress hosts you into her own amster-dive

Anas há muitas

Mãe, mas Mulher. Aqui escrevo sobre a fantástica experiência da maternidade, os meus cozinhados, os textos da minha autoria, e a minha área de formação – saúde.

THE GIRL WITH SILVER HAIR

THE GIRL WITH SILVER HAIR

agora digo eu

Porque às vezes me apetece dizer com os dedos para que me ouçam com os olhos!

Diário de Prato

Compartilhando o que eu ando fazendo e comendo de gostoso por aqui.

A Limonada da Vida

Uma Portuguesa na Holanda

almanaque silva

histórias da ilustração portuguesa

Marianne Beerten

Onroerend goed en Geiten in Portugal

Contador D'Estórias

Narrativas, poemas, músicas, um blog com estórias dentro.

Desbravando Madrid

Curiosidades e dicas sobre a cidade de Madrid

Life's Textures

Notes and tips about (my) life

By Catarina

Writing With a Global Mindset

laplandalltheway

Adventures of a Portuguese girl in Lapland

o meu sofá cinzento

espaço reservado a desabafos tipo assim um bocadinho "crazy" "or not"

The Frustrated Gardener

The life and loves of a time-poor plantsman

Heidiland

Uma Portuguesa na Holanda

The Kitchen Crashers

Seda ve Hakan’ın Mutfak, Seyahat ve Fotoğraf Maceraları…

%d bloggers like this: